Rotina

Fechamos os olhos de noite

Os abrimos ao amanhecer

E seguimos nossa rotina feito robôs

Sem lembrar que estamos vivos

E que viver é uma aventura

Sem lembrar que somos seres pensantes

Sem lembrar que vivemos em um mundo misterioso, cheio de surpresas e diversidade,

Nos fechamos em um mundo paralelo

No qual dinheiro, luxúria e ganância

São o que nos move.

Beijos

Raquel Amapos

Vamos Compartilhar

Sorria, mesmo que a sua vontade seja de chorar;

Encante-se com um pôr do sol;

Cante, mesmo que sua voz não seja boa;

Beije e abrace, antes que seja tarde demais;

Dance, faz bem para alma e corpo;

Pense, não deixe que as pessoas façam isso por você;

Questione, essa é única maneira de obter respostas;

Veja, sinta, o mundo vai além do que você consegue enxergar;

Acredite, mas não em tudo que te dizem;

Viaje, e crie raízes em todos lugares que passar;

Todo dia, toda hora, faça com que sua alegria seja compartilhada;

Faça com que sua energia reanime esse mundo sedento;

 Em um mundo de normais, a loucura é virtude de poucos, até porque quem não aceita respostas incompletas e afirmações sem justificativas é quem faz esse mundo girar.

BEEIJOS! =)

Feito Criança

 

Então…. acabei de ler o livro “O dia do Curinga” de Jostein Gaarder (mesmo autor de O Mundo de Sofia). Os livros desse autor me fazem pensar muito e me ajudam a enxergar as coisas por um ângulo diferente.

As pessoas costumam falar que “O dia do Curinga” é um livro infantil. Talvez uma criança até goste de lê-lo. Mas eu posso afirmar com toda certeza que quando mais velho, obsorve-se um ensinamento filosófico muito lindo desse e de vários outros livros de Jostein.

Separei alguns trechos que gostei do livro:

“Enquanto somos crianças, ainda possuímos a capacidade de experimentar intensamente o mundo a nossa volta. Com o passar do tempo, porém, acabamos por nos acostumar com o mundo. Ser criança e tornar-se um adulto, é como embebedar-se de sensações e experiências sensoriais.”

“Se nosso cérebro fosse tão simples a ponto de podemos entendê-los, seríamos tão tolos que continuaríamos sem entendê-lo.”

“Pois quando a gente entende que não entende alguma coisa, é que a gente está prestes a entender tudo.”

“Ele acordava sempre como se fosse a primeira vez, surpreso e encantado com a vida.”

 

Segue o link para dowload: O DIA DO CURINGA

Espero que tenham gostado!

BEIJOS

Bem vinda ao Mundo, novamente.

Mais uma vida, uma nova missão.

Sua vinda, uma alegria.
Foram meses de preparo de ambos os lados.

Tudo vai ser novo pra você, e você trará de volta para nós o que muitos já esqueceram: A felicidade por simplesmente estar vivo e a beleza de encantar-se  com as mais simples coisas como um sorriso ou um arco-íris.

Você trará alegria e união.

E pode ter certeza de que estará sempre rodeada de pessoas que te amam.

 Que seu sorriso ilumine todas as manhãs e que seus passos trilhem bons caminhos, que suas palavras sejam doces e seu olhar, pura ternura.

                                                                       Bem Vinda ao Mundo, de novo, Clarinha.

 

                                    Beijos

                                                                                     Raquel Amapos

 

 

Semana Santa??

Feriado: Semana Santa

Prática: missas, velório de Jesus Cristo e queima de Judas.

Vou repetir ok? Velório de Jesus Cristo e queima de Judas.

  • Quanto ao velório… Eu só gostaria de entender porquê as pessoas gostam de relembrar momentos tristes e massacrantes. Todo ano os filmes na televisão e os teatros mostram o momento da crucificação de Jesus, o momento mais cruel de sua existência. Parece até que gostaram e que curtem relembrar.
  • Queima de Judas… Como assim? Já se passaram dois mil anos e as pessoas continuam alimentando ódio ao invés de perdão. Pelo que sei, no momento de crucificação, Jesus comentou algo sobre o perdão. Queimar, apedrejar e xingar um boneco é visto por mim como uma atitude primitiva.

Respeito todas as religiões, mas, esse ano, ao presenciar pela primeira vez essa prática, eu me senti mal pelo negativismo das pessoas.

Ao invés de, sei lá, rezar, refletir, as pessoas colocam fogo num boneco com roupas e sapatos (que poderiam ter sido doados para pessoas que ainda estão vivas e passando frio) .

Sinceramente, acho que já deu. Está na hora de agirmos civilizadamente né??


Beijos

Mais amor, por favor.

Em meio a tantas atrocidades, uma chama mais nossa atenção: 12 crinças são mortas por um homem que após o homicídio tira a própria vida.

Isso me levou a questionar até que ponto vai a crueldade humana; o valor que é dado a vida e a fome de amor que há no mundo.

E eu percebi que a falta de amor foi causa de tudo isso. Foi falta de amor dos colegas que fizeram do assassino uma vítima de bullynig quando criança e, por falta de amor, o mesmo decide não perdoar e cometer um homicídio em massa. Depois, ele tira a própria vida.

E é por falta de amor que tantas crianças choram, que tantos tem fome, que tantos morrem. E é por amor que tantos imploram.

Eu estava escrevendo esse post e lembrei de uma música do Nickelback que diz:

If everyone cared and nobody cried
If everyone loved and nobody lied
If everyone shared and swallowed
 their pride
We’d see the day when nobody died

TRADUZINDO:

Se todos se importassem e ninguém chorasse
Se todos amassem, e ninguém mentisse
Se todos compartilhassem e engolissem seu orgulho
Nós veríamos o dia que ninguém morreria
Eu acredito que as pessoas não morreriam em vão se elas cuidassem um pouco mais das pessoas que cruzam seus caminhos.
 
Então é isso… doe amor, seja amor.
 
BEIJOS =)
 
Raquel Amapos
 

Rótulo Revoltante

 

                                                             Rótulos …!

Estava eu almoçando com pessoas mais velhas quando comentei que quando tivesse meu próprio carro iria todo domingo para o Dragão ( um centro cultural local) assistir à apresentações culturais gratuitas.

Após esse meu comentário, uma das pessoas que estavam almoçando comigo disse: “sinceramente não gosto desse centro cultural, existem muitos outros lugares mais interessantes para se freqüentar. Lá é perigoso, as pessoas se drogam, se prostituem….”

Então, eu pedi outra sugestão de  lugar onde eu pudesse ir para ter acesso à arte: música, dança, orquestras, teatros, exposições…..[Silêncio] seguido da contínua argumentação de que o centro cultural não era um lugar “freqüentável”, como resposta.

Meu Deus! drogas, prostituição e violência se encontra em qualquer lugar.

 O centro cultural está ali oferecendo, gratuitamente, lazer  cultura, espetáculos…. e a sociedade impõe  que quem freqüenta centro cultural é drogado e prostituta. Isso é mais do que revoltante.

A visão que muitas pessoas tem é de que um jovem responsável fica em casa assistindo televisão e estudando, ou vai ao cinema em um shopping perto de casa. E o jovem drogado vai pro centro cultural fazer rodinha de violão. O.O

Vamos combinar que rodinha de violão e arte é muito mais interessante do que TV e Shopping. Então eu não vou ligar se me rotularem como drogada porque estou indo a um centro cultural.

Mas é isso aí, só queria compartilhar essa idéia e dizer que o que você é, é a única coisa capaz de te rotular (como citado no post anterior).

BEIJOS =)

Pão e Circo, é tudo que o povo quer.

A gente adora falar mal do governo e da justiça nacional, que ele rouba aqui, que ele não faz ali, que não tem educação, não tem saúde, etc…

O lance é que esquecemos a TAMANHA IGNORÂNCIA do povo brasileiro. É isso aí… Há algumas semanas foi decretado, pela justiça, que Aracati (litoral do Ceará) não teria Carnaval, pois não havia como gastar 2,2 MILHÕES em festa sem que antes fossem feitas adequações no hospital local, já que este estava sem estrutura para receber pacientes. (Ai eu pensei: pô, uma atitude racional vindo da justiça. )

Acontece que… O povo saiu nas ruas, pedindo carnaval e ameaçando quebrar tudo caso o carnaval fosse cancelado. Ou seja, quando a justiça resolve tomar uma atitude decente, o povo acha errado.

Por isso que eu digo que o povo tem o país que merece. A mediocridade é tanta que as pessoas continuam felizes com a política, adotada na Roma antiga, do pão e circo (e põe circo e palhaçada nisso). Funciona ssim: Dá carnaval, com bastante mulher pelada, bastante baixaria, libera a cerveja, e, durante o ano, da qualquer dinheiro pro povo poder comer…  Com isso, o povo, satisfeito, esquece de exigir educação, saúde e  outros direitos básicos.

Pois é…

Beijoss =)

Estranhamente eu

As vezes, dentro de sala de aula, junto com garotas de minha idade, eu me sinto uma ET.

Porque eu não gosto de Restart, acho que Luan Santana é fanho e que Wesley Safadão é a própria Garota Safada.

 Não sou fanática por Crepúsculo. Não acho Robert Patson bonito, muito menos esse tal de FIUK.

  Não choro por garotos bonitos, vulgo colírios. Não acho que 50% de um garoto está no bolso dele.

 Não mudo de acordo com a moda, apenas uso o que me agrada. Não mudo meu estilo para chamar atenção de uma pessoa.

Topo jogar futebol com os garotos, mesmo que corra o risco de desfazer a chapinha (nada que um elástico não resolva). Eu vou pra balada pra dançar, o que acontece lá é consequência.

Eu não acho que um teste de revista vai me dizer o que fazer, mas eu faço mesmo assim. Eu não acredito em horóscopo, mas eu leio mesmo assim. Não gostei do fato dos signos terem mudado, mas sobrevivi mesmo assim.

Não acho que beber chama atenção. Censuro as histórias de porres.

Não danço músicas que denigram minha imagem só porque ela está na moda.

Acho que um bom amigo não te elogia, apenas, ele também te critica.

Não acredito que ter dinheiro torna alguém superior, muito menos mais bonito.

Adoro maquiagem, mas não entendo quem vai pro colégio de manhã parecendo que chegou direto de uma festa.

Não faço questão de ser popular, até porque os mais populares são também os mais tediosos…. (sem generalizar).

Não acho que só devo conversar com quem tem os mesmos gostos que eu, pelo contrário, adoro trocar idéia com quem tem ideias opostas, ou diferentes à minha.

CHAATA???? talveez… mas é isso aí… eu sou assim. =)

Beijos